quinta-feira, 30 de maio de 2013

Um recado do Padre Demétrio a aqueles que rezam o credo nas santas missas, mas não vivem o que rezam.

2 comentários:

Pasquim disse...

O padre errou feio, porque o Credo não é oração. Compare o credo e perceberás quão diferente é Profissão de Fé, muito diferente de oração.

Blog Católico do Leniéverson disse...

Não, Pasquim! Não seja ingênuo, você já ouviu falar de sentido conotativo? Não é o sentido descrito em dicionário. Quando o Padre disse "rezar o Credo", significa recitar o credo. É uma forma de aproximar a fala, da pessoa que não domina teologia ou até filosofia. Tem muita gente, que apesar de dever, não entende o que significa a expressão "Professar a fé, através do credo". Mas, vamos analisar, por outro lado. Oração é um orar em ação e recitação é recitar em ação. Tanto uma oração, tanto o credo, parte do princípio de que não basta dizer: Senhor, Senhor! Tem de fazer a vontade de Deus. Santo Agostinho, dizia e suas palavras ecoam até hoje, que o Credo deve ser para nós como um espelho! Devemos mirar nele, para ver se, de fato, cremos em tudo que está escrito lá e isso define como fé. E mais: que o credo seja o motivo do "alegrar a nossa vida a cada dia, na fé em Deus".